Hey, de uma olhada nessa Dica:

quarta-feira, 30 de julho de 2014

Aquele momento em que o vento sobe a sua saia no meio da rua (saiba o que fazer)

O que fazer quando aquele vento indesejado (e ousado) sobe sua saia derrepente?

A resposta é: NÃO TEM O QUE FAZER!!!

É uma situação super disconfortavel. Em que as mulheres ficam, de fato, com uma mão na frente e outra atrás! (Rsrs, desculpa pela piada infame! Rs). 

Fica a dica: como não sabemos quando uma situação dessas pode ocorrer, então esteja sempre com uma calcinha bacana (andar sem calcinhas, hummm, talvez não seja uma das melhores opções).

Por que não andar sem calcinha? Pois você não quer que vejam a sua pixoca, correto (caso você queira que vejam, desconcidere essa parte) !? O risco da saia subir existe. Então não vacile!

Abaixo algumas fotos de mulheres que usaram a saia no dia errado e foram flagradas: 








Gostou?COMPARTILHE!

Conheça nosso INSTAGRAM se HUMOR: @vakahumorada

Postamos diariamente conteúdo de humor, brisas e curiosidade. Venha o conhecer esse trabalho super divertido e hilário. Siga: @vakahumorada



 


 
Read more ...

Faça de uma camiseta um vestido (passo a passo)

Essa dica, de fato, é muito bacana. Já pensou em fazer este look? É uma forma super inteligente de re-aproveitar uma peça que você não usa muito.

Escolha uma camiseta (ou pegue a do seu irmã, do seu pai, namorado ou do primo chato). Siga o passo a passo e seja feliz! 

— conheça nosso Instagram de humor: @vakahumorada


Gostou da dica?
COMPARTILHE!

Siga o nosso Instagram de humor: 


 
Read more ...

domingo, 27 de julho de 2014

Um texto sobre você (sobre dar valor só depois que perdemos), reflita


“Você sempre me disse que sua maior mágoa era eu nunca ter escrito um texto sobre você. Nem que fosse te xingando, te expondo. Qualquer coisa.

 Você sempre foi o único homem que me amou. E eu nunca te escrevi nem uma frase num papelzinho amassado. Você sempre foi o único amigo que entendeu essa minha vontade de abraçar o mundo quando chega a madrugada. E o único que sempre entendeu também, depois, eu dormir meio chorando porque é impossível abraçar sequer alguém, o que dirá o mundo. 

Outro dia eu encontrei um diário meu, de 99, e lá estava escrito “hoje eu larguei meu namorado sentado e dancei com ele no baile de formatura”. Ele, no caso, é você. Dei risada e lembrei que em todos esses anos, mesmo eu nunca tendo escrito nenhum texto para você, eu por diversas vezes larguei vários namorados meus, sentados, e dancei com você. Porque você é meu melhor companheiro de dança, mesmo sendo tímido e desajeitado. Depois encontrei uma foto em que você está com um daqueles óculos escuros espelhados de maconheiro. E eu de calça colorida daquelas “bailarina”. E nessa época você não gostava de mim porque eu era a bobinha da classe. Mas eu gostava de você porque você tinha pintas e eu achava isso super sexy. E eu me achei ridícula na foto mas senti uma coisa linda por dentro do peito. Aí lembrei que alguns anos depois, quando eu já não era mais a bobinha da classe e sim uma estagiária metida a esperta que só namorava figurões (uns babacas na verdade), você viu algum charme nisso e me roubou um beijo. Fingindo que ia desmaiar. Foi ridículo. Mas foi menos ridículo do que aquela vez, ainda na faculdade, que eu invadi seu carro e te agarrei a força. Você saiu cantando pneu e ficou quase dois anos sem falar comigo.

 Eu não sei porque exatamente você não mereceu um texto meu, quando me deu meu primeiro cd do Vinícius de Morais. Ou quando me deu aquele com historinhas de crianças para eu dormir feliz. Ou mesmo quando, já de saco cheio de eu ficar com você e com mais metade da cidade, você me deu aquele cartão postal da Amazônia com um tigre enrabando uma onça. Também não sei porque eu não escrevi um texto quando você apareceu naquela festa brega, me viu dançando no canto da mesa, e me disse a frase mais linda que eu já ouvi na minha vida “eu sei que você não gosta de mim, mas deixa eu te olhar mesmo assim”. Talvez eu devesse ter escrito um texto para você, quando eu te pedi a única coisa que não se pede a alguém que ama a gente “me faz companhia enquanto meu namorado está viajando?”. E você fez. E você me olhava de canto de olho, se perguntando porque raios fazia isso com você mesmo. Talvez porque mesmo sabendo que eu não amava você, você continuava querendo apenas me olhar. E eu me nutria disso. Me aproveitava. Sugava seu amor para sobreviver um pouco em meio a falta de amor que eu recebia de todas as outras pessoas que diziam estar comigo.

Depois você começou a namorar uma menina e deixou, finalmente, de gostar de mim. E eu podia ter escrito um texto para você. Claro que eu senti ciúmes e senti uma falta absurda de você. Mas ainda assim, eu deixei passar em branco. Nenhuma linha sequer sobre isso. Depois eu também podia ter escrito sobre aquele dia que você me xingou até desopilar todos os cantos do seu fígado. Eu fiquei numa tristeza sem fim. Depois pensei que a gente só odeia quem a gente ama. E fiquei feliz. Pode me xingar quanto você quiser desde que isso signifique que você ainda gosta um pouquinho de mim. Minhas piadas, meu jeito de falar, até meu jeito de dançar ou de andar. Tudo é você. Minha personalidade é você. Quando eu berro Strokes no carro ou quando eu faço uma amiga feliz com alguma ironia barata. Tudo é você. Quando eu coloco um brinco pequeno ao invés de um grande. Ou quando eu fico em casa feliz com as minhas coisinhas. Tudo é você. Eu sou mais você do que fui qualquer homem que passou pela minha vida. E eu sempre amei infinitamente mais a sua companhia do que qualquer companhia do mundo, mesmo eu nunca tendo demonstrado isso. E, ainda assim, nunca, nunquinha, eu escrevi sequer uma palavra sobre você. Até hoje. Até essa manhã. Em que você, pela primeira vez, foi embora sem sentir nenhuma pena nisso.

Foi a primeira vez, em todos esse anos, que você simplesmente foi embora. Como se eu fosse só mais uma coisa da sua vida cheia de coisas que não são ela. E que você usa para não sentir dor ou saudade. Foi a primeira vez que você deixou eu te olhar, mesmo você não gostando de mim.

E foi por isso, porque você deixou de ser o menino que me amava e passou a ser só mais um que me usa, que você, assim como todos os outros, mereceu um texto meu.”


---------
Autoria: Tati Bernardi, segundo o Tumblr: Auroriar.
----------

E aí, curtiu? Eu achei o máximo esse texto. Não confirmei se de fato o texto é de Tati Bernadi, porém segundo o Tumblr citado, a autoria é dela. Enfim...

Deixe seu comentário...
Reflita...

"E no clássico final, as pessoas só dão vaalor depois que perdem!"

Junior Vaka ( INSTAGRAM | Twitter | Tumblr )

Conheça o INSTAGRAM de HUMOR que criamos, venha se divertir: @VAKAHUMORADA


Read more ...

quarta-feira, 23 de julho de 2014

A polêmica da calça legging transparente (você usaria?)

Oi, tudo bem? Espero que sim.

Hoje, venho discutir um assunto que causa furor em qualquer rodinha de amigos: calça legging (com aquele certo "grau" de transparência).

Sim! Amamos o inventor da calça legging. Depois da calça Jeans, não existe outra calça que deixa uma mulher mais sensual do que a legging. De fato, é uma calça que transmite toda a sensualidade da mulher. Veste bem, é barata (dependendo da marca), está ao alcance de todas e não importa se você é gordinha, magra, sarada; alta ou baixa, terá uma legging que vestirá perfeitamente em você.

Mas com o passar dos tempos, não sei se apenas eu tenho reparado, mas existem algumas calças que são "um pouco" transparente. Não estou falando daquela transparência que se dá pelo fato da calça esticar, estou dizendo que as calças são fabricadas com esta transparência. Creio que (de alguma forma) seja a evolução da calça legging e da liberdade de se vestir da forma que quiser (coisa que todo ser humano já tem; seja ele homem, ou mulher).

Há tempos atrás (até foi muito discutido nos meios de comunicação de massa), entrou na moda as blusas com transparência (muito usado pela Riri [Rihanna] e outras celebridades). Será que a calça legging será o próximo foco de polêmicas na mídia ?! Enfim, não sei, não quero saber (mentira!) e tenho raiva de quem sabe! Kkk

Alguns exemplos de calça legging transparente:








E aí, o que você tem a dizer?
Tem algum problema em usar essa legging transparente? Você acha sexy, vulgar ou acha que temos mais o que fazer do que ficar discutido isso (rsrs)!?

Seu namorado ficaria (ou fica) com ciúmes ?!

E aí, bonitão, sua gata fica bonita nessa legging ou você pega no pé dela?

Deixe seu comentário.

Até mais...

(Conheça o INSTAGRAM de humor: @vakahumorada. Todos os dias tem imagens e vídeos inéditos!)


 

Read more ...

domingo, 20 de julho de 2014

6 motivos para não se queimar muito no sol e usar filtro solar

Siga o INSTAGRAM: @VAKAHUMORADA


1. Olha a cara da mina e a do cara, ninguém quer passar a lua de mel sem poder brincar. Pois do jeito que eles então queimados, vão ficar sem se encostar por no mínimo umas duas semanas. Bye bye lua de mel. 

2. Tomou sol com a calcinha cheia de rendinha e desenhos vazados? Hmmm, não foi uma boa ideia, amiga!

3. Poxa, amigão, Vou te dar uma dica! Não use regata quando for se bronzear — Nunca mais faça isso, meu jovem!

4. Eitchaaaa, esqueceu de tirar o sutiã cheio de firulas, deu nisso
5. Sem comentários...

6. Amiga, cê tu leva um tapa bem dado nessa bunda, ficará chorando até a próxima copa do mundo (2018). 

É, como você viu: não ta fácil pra ninguém! Rsrs.

Compartilhe o post e siga-nos no instagram : @vakahumorada 
Read more ...

sábado, 19 de julho de 2014

Conheça o melhor INSTAGRAM de humor

Oi, tudo bem? Espero que sim.

Venho convidar você a seguir o instagram @vakahumorada. As postagens são diárias, todo dia tem conteúdo novo: vídeos engraçados, imagens, montagens, dicas e curiosidades.


Siga o IG VAKAHUMORADA e divertir-se! Deixe no comentários de algum dos posts se você curtiu ou não este novo projeto...





Siga-nos!

Até o próximo post! O/
Read more ...

quarta-feira, 9 de julho de 2014

o MAIOR coelho do mundo (parace uma bola imensa de algodão)

Provavelmente, muitos de vocês já viram esse animalzinho no Tumblr, pois bem (como diz o Marcelo Resende rs), ele é de verdade! Ele existe!

Corta pra 18 ...

Este coelho é da especie Angorá, e  a senhora sorridente(:-D) é a dona deste bichano imenso. Alias, ela tem um site no qual da dicas sobre como cuidar de coelhos "GIGANTES" Angorá. Pelo visto, a senhora Betty Chu tem alimentado muito bem seu Perna Longa ... 



Fonte!

 ...
Ops, foi mal, isso é uma ovelha! kkk

Siga-me nas outras redes:

Achou interessante, gostou? Então COMPARTILHE esse post com seus amigos. Curta nossafanpage.
Read more ...

Fotografia: Nu Cotidiano - pessoas comuns fazendo coisas normais da maneira que vieram ao mundo

Existem projetos fotográficos que são sensacionais; é o caso deste aqui, o Nu Cotidiano. A fotografa Andrea de Lima se despiu de todo pudor imposto pela sociedade, e resolveu clicar pessoas fazendo coisas do seu cotidiano nuas. Uma ideia simples e ousada, de muito bom gosto. Pois não tem vulgaridade, é ao natural, belo na essência, e foge dos padrões impostos pela sociedade/mídia. Não que ter o corpo sarado seja ruim; mas o corpo que você "compra" na Playboy, Sexy etc, este não é verdadeiro... Pois na vida real, no dia a dia não existe o PHOTOSHOP para disfarçar algumas detalhes que fazem parte do nosso corpo...


Enfim, sem mais delongas, conheça um pouco deste belo projeto:


Todo mundo nasce pelado e esta é uma afirmação impassível de ser contradita. Contudo, mal nascemos e já nos enfiam uma touca na cabeça, nos enrolam num pano e nos cobrem as vergonhas. Afinal, pra que tanta vergonha?
O projeto Nu Cotidiano tem o intuito de despir a imagem pecaminosa que a nudez carrega consigo, retratando pessoas comuns, nuas, realizando ações de seu próprio cotidiano. Diz a fotografa no Tumblr do Projeto.








 


Conheça mais sobre o projeto da fotografa Andrea de Lima, Aqui



Siga-me nas outras redes:

Achou interessante, gostou? Então COMPARTILHE esse post com seus amigos. Curta nossa fanpage.
Read more ...

Fotografia: Conheça a serie "Water Creatures", de Klause Kampert

É sempre bom falar sobre (e principalmente ver) fotografia. Então apresento-lhe a serie fotográfica: "Water Creatures", do alemão Klause Kampert. O fotografo nos mostra uma nova perspectiva do corpo humano em fusão com a água. Em que parece que corpo e água são uma coisa só. Ou como os dois estão em plena harmonia:


 De modo sutil, a sensualidade da forma feminina se mistura no reflexo da água...

 
Hey, de uma olhada nessa Dica:


Fonte!
A bonita aí encima provavelmente, após sair da água, usou uma  camiseta ousada e confortável... Aproveito para apresentar-lhes: Abrupta T-shirt.
Siga o Instagram @abrupta87

Siga-me nas outras redes:

Achou interessante, gostou? Então COMPARTILHE esse post com seus amigos. Curta nossa fanpage.
Read more ...

Fica a dica:

Tecnologia

Atenção

Quando a foto não for de minha autoria, constará no rodapé da imagem o devido crédito.

Caso tenha alguma foto sua no blog sem autorização ou crédito, avise-nos, para que a retiremos.
(Contato: vakaclassic@gmail.com)

Curta nossa pagina de humor